quinta-feira, 4 de outubro de 2007

Noite de "Fados"



Hoje fui à ante-estreia do filme "Fados", de Carlos Saura. Não era bem o que estava à espera mas até que se tornou numa agradável surpresa. Acabei por assistir a um musical, ou poderia até chamar-lhe uma compilação de algumas das músicas mais marcantes da história do Fado.

Só aconselho a quem realmente gosta de Fado.

3 comentários:

miguel disse...

Estrelinha Estrelinha, permite-me discordar desse teu conselho.

Eu que não tenho o Fado como estilo musical de "ouvir por casa", estive com a maior das atenções. Achei o filme - corrijo, o documentário - inspirador. Toca e arrepia, mostra outras faces do Fado, algumas delas bastantes (demasiado?) ousadas.

Mas isto pode ser só o meu gosto musical variado a falar mais alto. Concluindo, acho que será um documentário quem gosta de música e para curiosos verem despidos de preconceitos e preconcepções do que é ou deixa de ser o tradicional Fado.

^^,
**

Ricardo Fonseca disse...

Fado...essa eterna imagem estagnada da cultura nacional!

Cristina disse...

Bom dia!

Pois eu concordo com o Miguel, achei o filme mais um documentário, com apenas uma das "facções" do fado, como não poderia deixar de ser. não havia espaço para todos os nossos fadistas, mas nem que fosse os nomes deveriam ser falados, nesta minha humilde opinião, não havia referência à Herminia Silva, Carlos Gel, entre outros...
Mas de facto é uma outra forma de ver o fado.
Gostei do documentário, achando despropositado a referência ao 25 de Abril, que em minha opinião não influenciou o fado, em vez de músicas bonitas, mas que não são fado, poderiam ter colocado outros fados.
Quando fui para para o cinema estava à espera de ir ouvir os clássicos do fado, ou no limite algum dos clássicos, coisa que não aconteceu, mas ouvi vozes de fadistas novos, lindíssimas.
Tenho pena que tenha sido realizado por um espanhol, mas o que se vai fazer????
Desculpe a intromissão e opinião, mas estava a "cuscar" e aqui vai...
Um bom Domingo para todos