quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Teve de ser...

Chegou o dia em que tem de se contar. Marquei o número com o coração a bater muito depressa. Comecei com a conversa suave do costume, tudo tranquilo até aqui. A certa altura ela está quase a desligar e eu ainda não contei...sai-me um "espera!" ou é agora ou não é. Foi. Comecei com uma breve introdução para não sair assim do nada. Estava com receio do que ias dizer. Surpreendeste-me com o teu "Eu já sabia" sorridente. Sinto-me leve.

2 comentários:

Butterfly disse...

A ti ainda te atendem o telefone... agora a mim nem isso...

Estrelinha disse...

Sim, a mim costumam atender-me o telefone :)