sábado, 15 de agosto de 2015

Férias depois de ser mãe

Ir de férias depois de ser mãe é sempre uma aventura. Quando fomos à Madeira em Março até foi simples, apenas 4 dias, uma mala de porão com roupas para mãe e filha, um saco ao ombro com fraldas, uma muda de roupa, comida, água, o livro para a entreter, casaco e babetes vários. Ela tinha 10 meses, foi mais ou menos fácil orientar tudo. Agora ela tem 15 meses e a logística é diferente. Precisa de uma cama de viagem, cadeira de papa, roupa para uma semana, 2 ou 3 brinquedos para se entreter, 2 ou 3 livros de histórias, fraldas normais e de água, cremes, medicamentos e afins, toalha de praia, um balde e duas pás, enfim, toda uma panóplia de tralha. A parte boa é que aprendi a optimizar a roupa que levo para mim, uma malinha pequena com tshirts e calções e pouco mais. Ainda não consegui aprender a levar pouca roupa para a miúda, há sempre a possibilidade de ela se sujar toda (coisa que acontece frequentemente que eu deixo-a andar pelo chão, rebola, cai, levanta-se e tal) e ter de vestir uma roupa de manhã e outra de tarde, e eu não estou para andar a lavar roupa nas férias! 
Se calho a ter outro filho acho que preciso de uma carrinha de caixa aberta para ir de férias...

2 comentários:

Timtim Tim disse...

É mesmo assim. Mas ainda vais ter saudades.

Cat disse...

Bem, que grande logística que tens de ter, por enquanto ainda só somos dois, mas dou por mim a pensar que dois já enche tanta mala quanto mais três....