quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Memória das Minhas Putas Tristes, de Gabriel García Márquez


"Memória das Minhas Putas Tristes" é uma pequena mas profunda história sobre a paixão e o amor na velhice, a solidão e a memória. A história passa-se num tempo em que era socialmente aceita os homens frequentarem o bordel, um velho e solitário jornalista, que nunca casou e nunca dormiu com uma mulher sem ser mediante pagamento, na véspera de fazer 90 anos telefona para Rosa Cabarcas, dona do bordel, e pede uma jovem virgem para essa noite. Não é uma história de sexo, mas sim de amor.
A personagem principal desperta no leitor um misto de sentimentos. À partida o sentimento pela personagem é de repulsa, passando depois para a pena e culminando na cumplicidade e felicidade.
Não é um livro grande mas é denso, foi o primeiro livro que li escrito por Gabriel García Marquez, a escrita fluída, clara e descritiva fez com que cada página escondesse o desejo de ler mais.
"Memória das Minhas Putas Tristes" conta a história de um velho jornalista de noventa anos que deseja festejar a sua longa existência de prostitutas, livros e crónicas com uma noite de amor com uma jovem virgem. Inspirado no romance A Casa das Belas Adormecidas do Nobel japonês Yasunari Kawabata, o consagrado escritor colombiano submerge-nos, num texto pleno de metáforas, nos amores e desamores de um solitário e sonhador ancião que nunca se deitou com uma mulher sem lhe pagar e nunca imaginou que encontraria assim o verdadeiro amor. Rosa Cabarcas, a dona de um prostíbulo, conduzi-lo-á à jovem com quem aprenderá que para o amor não há tempo nem idade e que um velho pode morrer de amor em vez de velhice.
A escrita incomparável de Gabriel García Márquez num romance que é ao mesmo tempo uma reflexão sobre a velhice e a celebração das alegrias da paixão.
Fonte: fnac.pt

9 comentários:

Fantasia nas Mãos disse...

Adoro o Gabriel Garcia Marques...

Fantasia nas Mãos disse...

Adoro o Gabriel Garcia Marques...

Patxi disse...

Dos meus livros preferidos dele.

Boa escolha. ;)

Kelle disse...

Tenho mais dois dele na lista de "próximos a ler" :) No entanto não gosto de ler dois livros seguidos do mesmo autor, a menos que seja uma triologia, assim sendo vou mudar de autor por uns tempos e voltarei a Gabriel García Márquez com mais vontade de apreciar a sua escrita.

R. disse...

Também foi o primeiro livro que li dele :)

Patty_sc disse...

Olá, deixei-te um selo no meu blog (http://odesafiodaleitura.blogspot.pt/2012/09/novo-selo-versatile-blogger.html).

Bjs

Kelle disse...

Patty_sc obrigada :) Já lá vou espreitar.

Numa de Letra disse...

Bom para começar mas há mais... muito mais de Gabo. Aconselho!

http://numadeletra.com/34202.html

Um abraço

Kelle disse...

Numa de Letra, ainda mantenho dois livros do autor na lista de "to read" :) Quem sabe um dia destes, talvez nas férias, me agarre a eles :)