quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Quando eu era só estudante...

... passeava na Baixa à quarta à tarde
...bebia café no Cartola
...lanchava na Pastelaria Montanha no largo da portagem
...espreitava as montras de sapatos de bico e salto de agulha no labirinto de ruas da Baixinha onde ainda hoje me consigo perder
...comprava castanhas assadas na praça 8 de Maio mesmo em frente à Igreja de Santa Cruz e conseguia chegar a casa com a cara toda enfarruscada
...atravessava o Bairro vezes sem conta a pé
...andava nos autocarros todos e sabia de cor as paragens deles
...fazia as compras todas de uma vez e como tinha de ir a pé para casa parecia um burro carregado a atravessar a ponte pedonal a caminho de casa (lembro-me especialmente daquela vez que comprei um aquecedor...)
...fazia quilómetros a pé
...andava sozinha a pé à noite e não tinha medo
...usava saltos de agulha e botas ou sapatos de bico quando saía à noite e dançava até ser de dia em cima deles
...pelo menos uma vez por semana ia a uma discoteca
...fazia as contas à mesada para no fim sobrar sempre uma parte para roupa
...só via os meus amigos ao fim de semana na praia apesar de morarmos todos na mesma cidade, em partes distintas dela
...usava aparelho nos dentes e ria-me disso
...

Nostalgia, é a palavra de ordem.


2 comentários:

Rui disse...

É mesmo! :)

Luis Monteiro disse...

Uma pessoa até se arrepia só de lembrar. Também nunca hei-de esquecer os tempos de estudante em Coimbra.
Raquel, volta a usar aparelho!