quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Staten Island


Começámos a ver este filme convencidos que estaríamos a ver o Shutter Island e eu estava sempre à espera de ver aparecer o Leonardo DiCaprio mas o homem nunca mais entrava em cena. Não tardou muito até perceber que estávamos a ver o filme errado, mas já que estávamos a ver, decidimos continuar, o que foi um erro. O filme não tem ponta por onde se pegue: uma história com pouco conteúdo, absolutamente previsível e a ligação das histórias paralelas é completamente terrível. É um filme tão banal e chega a ser de tal modo aborrecido que se me cruzar com o filme a dar na TV um destes dias, mudo de canal.

Sully é capaz de tudo para conseguir proporcionar ao seu filho um futuro brilhante. Jasper, um homem humilde dono de uma mercearia gourmet, tem uma grande qualidade, aos olhos dos mafiosos que o obrigam a trabalhar para eles: é surdo-mudo. Parmie Tarzo, o chefe da máfia local, quer acabar com todos os seus concorrentes. Todos eles vivem em Staten Island, à sombra de Manhattan. Quando as suas vidas e sonhos se interceptam, nada de bom poderá acontecer...
Fonte: cinema.sapo.pt

1 comentário:

Luis Monteiro disse...

Essa teve imensa piada. LOL