quinta-feira, 19 de maio de 2011

Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides


Ontem foi dia de ante-estreia, a 3D e tudo!
Jack Sparrow (o grande Johnny Depp) volta ao grande ecrã e, como de costume, aparece logo de início metido em problemas. Depois de salvar o seu amigo Gibbs da forca, Jack vê-se frente a frente com uma imitação dele próprio, qual não é o seu espanto quando percebe que o Jack disfarçado é uma mulher do seu passado, Angelica (interpretada por Penélope Cruz).
Jack surge no início da história sem navio e sem tripulação, dando a sensação que houve ali um corte com o passado. O par Keira Knightley e Orlando Bloom desapareceram da história, e efectivamente sente-se ali falta da história paralela que eles criaram ao longos dos últimos filmes.
Desta vez a acção passa-se mais em terra do que em mar, o que não deixa de ser interessante. Surge um novo aspecto neste filme que são as sereias, com a sua dualidade de beleza e terror.
Apesar de não ter impressionado por aí além, gostei de ver este filme, é sempre um prazer ver Jack Sparrow no ecrã :)
Ah, e os efeitos 3D não são absolutamente nada de especial, tirando um ou outro pormenor com espadas.
Quando Jack se cruza com uma mulher do passado, não consegue distinguir se é amor - ou se esta o está a usar para encontrar a lendária Fonte da Juventude. Quando ela o força a embarcar no navio "Queen Anne’s Revenge", o navio do formidável pirata Barba Negra, Jack encontra-se numa aventura inesperada, onde não sabe quem temer mais: O Barba Negra, ou a mulher do seu passado.
Fonte: cinema.sapo.pt
Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides no IMDB.

1 comentário:

Meeee disse...

ver o johnny depp em 3D deve ter sido uma boa experiência :P